Como criar videoaulas mais atraentes?

Como criar videoaulas mais atraentes
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

    A pandemia da Covid-19 acelerou um comportamento que já era tendência, as videoaulas ocupam cada vez mais espaço. Durante o nosso dia ficamos expostos a muitos estímulos digitais, dessa forma, uma videoaula precisa ser bem atraente e dinâmica para capturar a nossa atenção. Imagina ficar sentado por horas vendo uma pessoa falar em uma tela, para que você mantenha o foco, o assunto e a forma como ele é tratado deve ser muito estimulante. 

  Não podemos esquecer que o aluno estará com muitas tentações ao seu redor, por exemplo, as redes sociais.

   Aqui você aprenderá como produzir uma videoaula de qualidade e verá como isso impactará no seu negócio.   

Destaque o tema 

      Como apontamos anteriormente, as pessoas estão expostas a muitos estímulos e tendem a abandonar de forma muito rápida os vídeos que não fornecem as informações esperadas. Selecione e dê destaque ao tema da sua aula. Se você falará da revolta do vintém, deixe isso nítido no seu título. Não adianta colocar um título que é mais procurado, se o seu vídeo  não fala sobre isso.   

  Para deixar a aula mais atraente, considere a possibilidade de fóruns online e outros recursos como uma maneira de guiar os alunos pelo seu curso. Outra ideia é a criação de uma série de vídeos com conteúdo que seja sobre o tema, assim não fica muito cansativo para o aluno.

Escolha o formato para seu conteúdo

 Pense muito em seu público alvo! Qual a faixa etária? Quais estímulos são melhor recebidos?

A partir desse questionamento escolha qual será o seu formato. Entre as opções temos:  

Screencast

Um screencast é uma gravação da tela do seu computador. Se você estiver treinando pessoas em um novo software ou sistema de computador, isso provavelmente será uma parte do seu vídeo. Os screencasts podem variar de produções informais a altamente polidas.

Microvideo

Um microvídeo é um vídeo muito curto (cinco a quinze segundos ) que demonstra um único processo ou ideia. Às vezes, os microvídeos não têm narração, mas contam com recursos visuais ou texto na tela. Essa pode ser uma boa escolha se você tiver vários processos simples para ensinar que não ocupam tempo suficiente para justificar a criação de um vídeo de treinamento mais longo.

Vídeo do apresentador

  Para treinamentos ao vivo, considere gravar você se apresentando. Depois, você pode editar a gravação e usá-la como parte do seu curso normalmente.

Encenação

  Em um vídeo de dramatização, um cenário é exibido para ajudar os espectadores a visualizar e entender melhor a maneira como uma determinada interação deve ocorrer. Eles são bons para o treinamento sobre como lidar com situações como chamadas de vendas, processos de suporte técnico e outras interações sociais. É preciso um pouco de atuação, mas se você estiver treinando soft skills, esse formato pode ser a melhor aposta, já que ajuda os espectadores a imaginar situações e situações reais.

Animação

 De longe, essa é a melhor opção para aumentar seu engajamento. Usar animação nas suas videoaulas cria um ambiente mais descontraído, onde  é mais fácil manter a concentração. 

   O NexBoard Studio por exemplo, oferece  a possibilidade de criação de um avatar inteligente para a sua criação de vídeo, isso sem apresentador ou estúdio. 

Existem alguns benefícios proporcionados por esse tipo de ferramenta:

Flexibilidade

   Com ele você pode exportar as aulas nos formatos desejados, como vídeo, áudio ou transcrição. Os vídeos podem ser gerados em diferentes resoluções facilitando o compartilhamento em todas as plataformas.

  Aulas multi-idiomas

Oferecem suporte de voz em Português, Inglês, Francês e Espanhol.

Conteúdo dinâmico

Adicione seus recursos como textos, imagens, vídeos e áudios. Isso deixará sua videoaula mais atrativa e envolvente. 

Conteúdo animado

Todos os conteúdos da aula podem ser animados, isso inclui o instrutor virtual. Os avatares possuem gestos automáticos e animações diversas que podem ser adicionadas em qualquer momento da aula.

Onde hospedar a videoaula?

   Agora que sua videoaula está pronta está na hora de escolher o local de hospedagem e de distribuição. 

   A hospedagem é como um vídeo é disponibilizado para os alunos. O YouTube é um exemplo de site de hospedagem, mas há várias outras maneiras de hospedar um vídeo. 

   Algumas instituições possuem plataformas que permitem que você compartilhe sua vídeo aula só com os seus alunos. No entanto, se você deseja que seu vídeo seja público, o YouTube é uma ótima opção. 

 Com todas essas dicas, você já está preparado para criar uma videoaula irresistível. Vai e arrasa! 

Conheça os planos do Nexboard e adquira agora!